Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
ptzh-CNenfrdejaes
Início do conteúdo da página
Página inicial > Glossário Inclusivo

Glossário Inclusivo

Publicado: Sexta, 30 Novembro 2018 17:22 | Última Atualização: Sexta, 30 Novembro 2018 17:22 | Acessos: 297
  • Pessoa com deficiência

É aquela que tem impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, o qual em interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas.

 

*A deficiência passa a ser reconhecida como consequência da falta, ou insuficiência de acessibilidade, seja por intermédio da sociedade e/ou do Estado. Nesse sentido, está no meio, não nas pessoas. Assim, quanto mais acessos e oportunidades uma pessoa dispõe, menores serão as dificuldades resultantes de sua característica.

 

  • Acessibilidade

É a possibilidade de qualquer pessoa, com ou sem deficiência, acessar um lugar, serviço, produto ou informação de maneira segura eautônoma. Sem nenhum tipo de barreira.

  • Desenho Universal

O Desenho Universal é um conceito que tem por objetivo definir produtos e espaços que atendam a todos: crianças, adultos e idosos; pessoas altas e baixas, anões, gestantes e pessoas sem ou com qualquer tipo de deficiência ou mobilidade reduzida. Podemos dizer que onde há acessibilidade, há aplicação do Desenho Universal.

 

  • Tecnologia assistiva ou ajuda técnica

É um termo utilizado para identificar todo e qualquer recurso que facilita ou amplia habilidades de uma pessoa com deficiência. Elas podem ser usadas tanto para mobilidade, quanto para acessar uma informação. Exemplos: uma bengala para o cego se locomover melhor ou um software com leitor de tela para que ele possa acessar um conteúdo virtual.

 

  • Barreiras

Qualquer obstáculo que impeça de alguma forma a pessoa de acessar algum espaço, serviço ou produto. As barreiras podem se apresentar de várias maneiras:

Barreiras urbanísticas: obstáculos em vias públicas ou privadas.

 

Barreiras arquitetônicas: obstáculos em prédios públicos ou privados.

Barreiras nos transportes: obstáculos nos meios e sistemas de transporte público ou privado.

Barreiras nas comunicações: obstáculos para acessar, receber ou emitir qualquer mensagem ou informação.

Barreiras atitudinais: atitudes e comportamentos que atrapalham a participação da pessoa com deficiência na sociedade. Ou seja, são as barreiras de convivência com a pessoa com deficiência.

Barreiras tecnológicas: obstáculos que impedem ou dificultam uma pessoa com deficiência de acessar qualquer tipo de tecnologia.

 

  • Comunicação

É a forma de interação entre pessoas e culturas. No caso de pessoas com deficiência, a comunicação pode acontecer por diferentes maneiras:

Libras – Língua Brasileira de Sinais: É a língua oficial do Brasil utilizada pelas pessoas com deficiência auditiva.

Braille

É um sistema de sinalização ou de comunicação tátil utilizado pelas pessoas com deficiência visual.

*Vale lembrar que outros meios podem ser utilizados pelas pessoas com deficiência visual: caracteres ampliados, linguagem escrita e oral, dispositivos multimídia, sistemas auditivos e os meios de voz digitalizados.

 

  • Adaptações razoáveis

São modificações ou ajustes necessários para que a pessoa com deficiência possa desfrutar de seus direitos em igualdade de condições com as demais pessoas.

 

  • Pessoa com mobilidade reduzida

É a pessoa que tem, por qualquer motivo, dificuldade de movimentação, permanente ou temporária. Pode ser uma pessoa que quebrou a perna, um obeso ou um idoso, por exemplo.

 

  • Residências inclusivas

Locais destinados a jovens e adultos com deficiência em situação de dependência e vulnerabilidade social. Estão localizadas em áreas residenciais da comunidade e devem ter estrutura e atendimento adequados para as necessidades da pessoa acolhida.

 

  • Moradia para a vida independente

Moradia com estruturas adequadas para proporcionar serviços de apoio ao jovem ou adulto com deficiência, respeitando e ampliando sua autonomia.

 

  • Atendente pessoal ou cuidador

É a pessoa, membro ou não da família, que presta cuidados básicos e essenciais à pessoa com deficiência em sua vida diária. O atendente pessoal pode ter ou não uma remuneração.

 

(Fonte: Guia sobre a Lei Brasileira de Inclusão)

registrado em:
Fim do conteúdo da página